O CLUBE DO LIVRO constitui-se atividade de caráter cultural que tem alcançado considerável  êxito,  em nossa Associação, desde que foi instituído   em 23.10.10. Nesses três anos de existência, a feliz iniciativa do companheiro José Roberto Novaes de Almeida tornou-se  agradável realidade. O grupo que aderiu ao Clube, desde a primeira hora, constitui-se de Antonio Augusto dos Reis Veloso (Velosinho); de Antonio Torquato dos Santos(Torquato), de Celso Agostinho Martins de Oliveira (Celso Agostinho), de Fernando Ribeiro, de José Roberto Novaes de Almeida(José Roberto), de Murilo Veras(Murilo) e de Walter Gomes de Oliveira( Walter), enriquecido com a adesão de Sandra Fayad (Sandra), Enavalda de Assis (Enavalda) e de Elza Rocha (Elza).

A sistemática adotada, que não difere fundamentalmente da adotada em na maioria de empreendimentos do gênero, proporcionam troca de visões, que resultam, não raras vezes, em  acaloradas, mas que ainda não produziram  vítimas. Pelo contrário, o Clube foi enriquecido com a presença  de novos participantes, inclusive do belo sexo.

Próximo Livro: TRATADO DA CONVIVÊNCIA - AUTOR:  JULIAN MARÍAS - EDITORA: MARTINS FONTES

Caros Amigas e Amigos. URGENTE

1. Programação de leitura, decisões

Em primeiríssimo lugar, quero informá-los que, na reunião de 3.12, passada, o grupo composto pelo Presidente Novaes e integrantes Torquato, Fernando, Murilo e mais tarde também Walter, ficou decidido:

(a) o próximo livro a ser lido e discutido será TRATADO DA CONVIVÊNCIA, do filósofo e escritor, discípulo do célebre JOSÉ ORTEGA y GASSET, falecido em 2005 - o livro encontrado na LIVRARIA CULTURA, a editora MARTINS FONTES;

(b) o livro CLÁSSICO do ano será DOM QUIXOTE DE LA MANCHA, de MIGUEL DE CERVANTES, encontrado em qualquer livraria que se preze - porém sem data ainda fixada, possivelmente para JUNHO/2016.

(c) na mesma reunião, por delegação de nosso Presidente Novaes, fui nomeado COORDENADOR do grupo.

2. Mudança de Orientação

De há muito, temos verificado a necessidade de uma reformulação de nosso CLUBE DO LIVRO, aspecto que absolutamente não o diminui, pelo contrário, reforça-o, dá-lhe maior alcance, desenvoltura, com resultados que certamente nos beneficiarão a todos, na nossa dimensão cultural, literária e humanística.
INOBSTANTE, tais modificações devem ser feitas, sugeridas e discutidas com todos os membros do Clube.
Penso que seria de bom alvitre e bastante democrático, que fizéssemos uma reunião específica, inclusive colhendo as sugestões de todos até mesmo por escrito, para avaliação e discussão adequadas. Discordamos de qualquer outra forma que resulte de afogadilho, fato que a meu ver, seria prejudicial para a sanidade de Clube. Contamos com o apoio, a generosidade e o alto espírito de amizade que nos une e do qual não abdicaremos jamais.
Nossa colega, Sandra Fayad já nos ofereceu, via email, suas sugestões, que são bem vindas, demonstrando sua preocupação e visão bem avançada a respeito. Precisamos colher outras visões.
Assim sendo, proponho que fiquemos atentos, mas todos esses assuntos só terão efeitos para o próximo ano.

Apresento aos Amigos & Amigas do Clube, meus protestos de consideração e alta estima que manifesto a todos e desejo-lhes, pessoalmente e a seus familiares UM FELIZ NATAL - SAÚDE, AMOR E ESPERANÇA, PARA O NOVO ANO.

Afetuosamente
Murilo M.Veras

Caros Amigas e Amigos. URGENTE

1. Programação de leitura, decisões

Em primeiríssimo lugar, quero informá-los que, na reunião de 3.12, passada, o grupo composto pelo Presidente Novaes e integrantes Torquato, Fernando, Murilo e mais tarde também Walter, ficou decidido:

(a) o próximo livro a ser lido e discutido será TRATADO DA CONVIVÊNCIA, do filósofo e escritor, discípulo do célebre JOSÉ ORTEGA y GASSET, falecido em 2005 - o livro encontrado na LIVRARIA CULTURA, a editora MARTINS FONTES;

(b) o livro CLÁSSICO do ano será DOM QUIXOTE DE LA MANCHA, de MIGUEL DE CERVANTES, encontrado em qualquer livraria que se preze - porém sem data ainda fixada, possivelmente para JUNHO/2016.

(c) na mesma reunião, por delegação de nosso Presidente Novaes, fui nomeado COORDENADOR do grupo.

2. Mudança de Orientação

De há muito, temos verificado a necessidade de uma reformulação de nosso CLUBE DO LIVRO, aspecto que absolutamente não o diminui, pelo contrário, reforça-o, dá-lhe maior alcance, desenvoltura, com resultados que certamente nos beneficiarão a todos, na nossa dimensão cultural, literária e humanística.
INOBSTANTE, tais modificações devem ser feitas, sugeridas e discutidas com todos os membros do Clube.
Penso que seria de bom alvitre e bastante democrático, que fizéssemos uma reunião específica, inclusive colhendo as sugestões de todos até mesmo por escrito, para avaliação e discussão adequadas. Discordamos de qualquer outra forma que resulte de afogadilho, fato que a meu ver, seria prejudicial para a sanidade de Clube. Contamos com o apoio, a generosidade e o alto espírito de amizade que nos une e do qual não abdicaremos jamais.
Nossa colega, Sandra Fayad já nos ofereceu, via email, suas sugestões, que são bem vindas, demonstrando sua preocupação e visão bem avançada a respeito. Precisamos colher outras visões.
Assim sendo, proponho que fiquemos atentos, mas todos esses assuntos só terão efeitos para o próximo ano.

Apresento aos Amigos & Amigas do Clube, meus protestos de consideração e alta estima que manifesto a todos e desejo-lhes, pessoalmente e a seus familiares UM FELIZ NATAL - SAÚDE, AMOR E ESPERANÇA, PARA O NOVO ANO.

Afetuosamente
Murilo M.Veras

Amigos.

No próximo dia 26 - SEGUNDA FEIRA - discutiremos o livro de Guiomar de Grammont, PALAVRAS CRUZADAS. Como viram, já expendi meu parecer. A rigor, o livro e seu conteúdo, como ficção é perfeitamente palatável, mas no campo das ideias não nos impressionou de maneira alguma. É nitidamente tendencioso e o é na medida em que difunde ou parece difundir uma ideologia, ou no mínimo abraça certos conceitos ideológicos, os quais, para mim, estão desatualizados, para não dizer extintos - caso da ideologia marxista, socialismo ou materialismo dialético. Sabemos, contudo, que, segundo vários pesquisadores, a ideologia, o ideário comunista, aquele expresso naquele famigerado documento chamado MANIFESTO COMUNISTA, por incrível que pareça NÃO MORREU, está mais vivo do que nunca, apenas com um detalhe, transformou-se, tomou outras formas, assumiu novas e mais perigosas aparências. E não se admirem, Amigos & Amigas, no que vou aqui declinar: esse ideário, espécie de DIANOI distorcido, contrário daquele no qual se inspirava Sócrates, encontra-se infiltrado na própria religião, inspirando, inclusive, interpretações absurdas do Evangelho, das palavras do Mestre.

Portanto, talvez esse livro não seja tão inocente assim e traga no seu bojo uma pequena bomba de efeito retardado. Veremos isto na discussão em si.

Abaço

Murilo